Circulo de Fogo: A Revolta

Depois do Grande sucesso de Círculo de fogo, é lógico que sairia uma sequência.

Isso até porque ficaram algumas pontas soltas que poderiam ser exploradas mas Circulo de fogo a revolta  vai por um caminho um pouco mais tortuoso. Ele começa anos após os incidentes do primeiro filme, os kaijus não aparecem a tempos e os Jaegers estão subutilizados.  Para substituir a necessidade de dois pilotos uma empresa está desenvolvendo drones que possam ser controlados remotamente, enquanto isso o Programa Jaegers treina novos recrutas.

Pois então me parece que as regras do universo do filme foram mudadas, por exemplo: No primeiro filme a questão de sincronizar dois pilotos parecia algo extremamente perigoso, complicado e raro, neste tudo ficou muito mais fácil.

O Kaijuzão super animado por encontrar seus amigos

Aliás sabe as pontas soltas que eu mencionei elas continuam lá, não todas  finalmente agente sabe o objetivo real dos kaijus e isso é um ponto para o filme.

A referência a tokusatsu e animes como Evangelion estão ainda mais claras e acredito que o enredo ficou um pouco menos denso que o primeiro, a intenção deve ter sido deixar o filme mais acessível para a turminha mais nova e isso minou um pouco a minha expectativa, além dos novos robôs, não tivemos grandes novidades mas mesmo assim é um filme divertido vale a pena ser assistido.

Facebooktwitterredditpinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *