Caça-Fantasmas 1 e 2 e reboot também

Hoje eu vou falar de mais dois filmes dos anos 80 Ghostbuster e sua sequência, Ghostbuster 2. Eles foram parte da minha infância então, me permitam falar que os dois são filmes fantásticos considerando a época em que foram feitos.

Vamos comentar um por vez para ficar mais fácil para quem não viu

Caça-Fantasmas I

Ghostbuster (1984).

3 professores de parapsicologia, tem sua verba  de pesquisa subitamente suspensa por serem considerados farsantes por seu estudo de aparições sobrenaturais. E com isso despejados da universidade. Nesta situação Peter(Bill Murray), Raymond(Dan Aykroyd) e Egon(Harold Ramis), resolvem criar uma empresa especializada em casos desta natureza. Uma das suas primeiras  investigações é estranhos fenômenos acontecem quando objetos do apartamento de Dana Barret chamam pelo nome de ZULL.

Ghostbusters II

Ghostbuster II(1989).

O segundo filme se passa 5 anos depois do ocorrido no primeiro filme  e nosso amigos estão com sérios problemas. Já que as atividades paranormais na cidade praticamente cessaram. Por isso se viram como podem, Ray e Winston animam festas infantis , Peter tem seu talk show sobre parapsicologia e Egon continua pesquisas paranormais.

Tudo muda quando Dana (sim a do primeiro filme). passa com o carrinho de seu bebê Oscar por cima de um lodo fazendo com que o carrinho saída andado sozinho, e para investigar isso “quem você vai chamar? “ . Sim nosso amigos começam a investigar e surge um nome (Vigo the Carpathian) Vigo dos Carpatos.

Como disse antes eu adoro os 2 filmes Vi eles muitas e muitas vezes e não canso de assistir. Mas se tiver que escolher, fico com o primeiro seja pelo fato de ele contar a histórias de como tudo começou seja pela pseudo ciência envolvida. O segundo é bom mas ele tem muitas partes e personagens secundários, reaproveitados do primeiro sem nenhum motivo. Claramente apenas por que deram certo no primeiro.

Mas isso não tira o brilho do filme de forma alguma.

Curiosidades e fatos interessantes

O roteiro dos filmes foi escrito por Dan Aykroyd e Harold Ramis exatamente Ray e Egon.

O personagem Peter Venkman foi originalmente escrito para o ator John Belushi, Winston Zeddmore para Eddie Murphy, Louis Tully para John Candy.

No trailer de Os Caça-Fantasmas exibido nos cinemas norte-americanos era apresentado um número de telefone. Quem ligava ouvia mensagens gravadas por Bill Murray e Dan Aykroyd que diziam “Hi. We’re out catching ghosts right now” (“Olá. Nós estamos fora capturando fantasmas neste momento”). Na época de lançamento do trailer o número recebeu uma média de 1000 telefonemas por hora, 24 horas por dia, durante 6 semanas.

No roteiro original de Dan Aykroyd, a história se passaria no futuro, onde existiriam equipes de caça-fantasmas. O problema é que essa história custaria, no mínimo, 300 milhões de dólares. O roteiro então foi reescrito e adaptado para tempos modernos (e mais em conta).

Em 1984, os donos dos direitos sobre Gasparzinho exigiram uma indenização de cerca de 52 milhões de dólares por considerar o logo do filme um plágio de sua marca.  O caso foi encerrado em 1986, com a seguinte frase do juiz de direito Peter Leisure, do Estado de Nova York: “Há várias maneiras de enxergar a figura de um fantasma em desenho”. Curiosamente, anos mais tarde, Dan Aykroyd voltou a intepretar Ray Stantz no filme Gasparzinho (com produção de Steven Spielberg) em uma participação especial onde ele foge de uma casa mal assombrada e diz a frase “Who ya gonna call? Somebody else…” (“quem você irá chamar? outra pessoa…”).

 

O nome completo do vilão Vigo, visto na enciclopédia eletrônica de Egon, era Prince Vigo von Homburg Deutschendorf. Um jogo de palavras contendo os sobrenomes do ator que interpretou Vigo e das crianças gêmeas que fizeram o bebê Oscar, filho de Dana.

Caça-Fantasmas reboot
Sobre o Reboot

É verdade que o existia um roteiro para um terceiro filme. Roteiro em que o falecido Harold Raimis (Egon) estava ajudando a criar. Considero este novo começo ok acho que grande parte dos problemas dele vem de das comparações com os filmes anteriores, mesmo assim achei a história rasa por demais. E olha que Caça-fantasmas não tem o roteiro mais profundo e filosófico do mundo.  Mas este filme agente conversa uma outra hora.

 

Facebooktwitterredditpinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *